Blog

Qual é a melhor empilhadeira?

Frequentemente somos abordados em nossos cursos, consultorias e até mesmo pelos leitores da Revista intraLOGÍSTICA com a pergunta sobre qual é a melhor empilhadeira.

A resposta é um sonoro “Depende”… pois varia de acordo com outras respostas, de várias outras perguntas. Por exemplo:

 

1 – Você necessita mesmo de uma empilhadeira? Existem outras formas de carga e descarga de veículos que não necessariamente a empilhadeira.

2 – Você necessita de empilhadeira para deslocar as cargas só na horizontal? Outros veículos ou equipamentos não podem fazer isto?

3 – Outra solução: o layout pode ser alterado para uma configuração linha de célula, eliminando a necessidade de transferências entre estações com empilhadeiras. Mais uma alternativa é o uso de guindastes giratórios de coluna se as peças a serem movimentadas forem pesadas. Para itens leves um manipulador a vácuo se presta muito bem.

4 – Se é para transferir cargas leves numa linha de montagem, um transportador de rolos ou rodízios também pode substituir as idas e vindas de uma empilhadeira.

5 – Agora se durante o processo de fabricação é necessário estocar e você tem um espaço reduzido, então uma empilhadeira é necessária, ainda mais se o produto a ser estocado for matéria-prima ou produto acabado e o lugar um almoxarifado. Decidida a necessidade de uma empilhadeira, surge outra pergunta: qual o tipo ideal?

6 – Se a carga a se estocar for materiais e produtos acabados que não requeiram nenhuma restrição de regulamentação, sua fábrica e/ou armazém pode estocar em blocagem até 5m. Se você tem espaço para um corredor de 3,5 m, o “fusquinha” das empilhadeiras, o modelo frontal a contrapeso e a combustão com 2,5 t de capacidade, é o ideal. Pode operar em áreas externas e internas. A empilhadeira até mesmo pode ser elétrica com baterias tracionárias.

7 – Agora se o seu ramo de atividade requer cumprimento de normas da Anvisa, o ideal são empilhadeiras elétricas especiais de estocagem, que atingem até 12 m de altura e operam em corredores de 1,8 m, caso o modelo seja trilateral. Se a exigência de aproveitamento de espaço não for crítica, uma empilhadeira de mastro retrátil servirá muito bem numa largura de corredor de 2,8 m até uma altura de 7,2 m. Portanto, não há uma empilhadeira melhor, depende de sua necessidade, e, mesmo assim, se seu desejo for empilhar em alturas superiores a 12 m, existem os translevadores.

 

Fonte: IMAM – Reinaldo Moura

 

Imagem: Bigstock by Pavel Ilyukhin

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *